CASO HIAGO | Polícia apresenta fatos novos sobre a morte do motorista de aplicativo



A Polícia Civil de Conquista vai apresentar, nas próximas horas, novos fatos apurados no decorrer das investigações sobre o "Caso Hiago", envolvendo a morte com requintes de crueldade do motorista de aplicativo, Hiago Evangelista, 24 anos.


Atraído para uma emboscada há uma semana, por Rodrigo Porto Oliveira, o Playboy, e Alexandre Cruz Brito, o Parcker ou Xande, a vítima teve as mãos amarradas, esfaqueado e queimado vivo, implorando para não ser morto. Hiago conciliava os estudos, como acadêmico do 9º ano de odontologia em uma faculdade particular, como motorista de aplicativo.

ENTENDA O CASO CLICANDO AQUI

Em depoimento, os acusados apresentaram ao juiz Reno Viana a versão de que o crime, até então investigado como latrocínio (roubo seguido de morte), teria sido cometido a mando do tráfico por causa de uma suposta dívida de Hiago, no valor de R$2,5 mil, com drogas. A dupla teve a prisão preventiva decretada.

Para defesa, amigos e familiares, a versão é contestável e, segundo eles, serviu como estratégia dos advogados da dupla para confundir a polícia e descaracterizar o crime bárbaro e camuflar a frieza dos assassinos. 

No decorrer das apurações paralelas pela equipe do Sudoeste Digital, ao longo de seis dias, ouvindo mais de 50 pessoas, foram aparecendo versões que pareciam completar o quebra-cabeças. As 10 perguntas, ainda sem respostas, estão elencadas a seguir:

1. Há quanto tempo Alexandre, membro de uma facção criminosa e ligada ao tráfico de Conquista, conhecia  a vítima e em que circunstâncias obteve o whatsapp da vítima?

2. Procede a informação de que Hiago estaria se recusando a atender as chamadas de Alexandre, que supostamente cobrava a dívida?

3. Hiago teria conhecido uma suposta namorada de um presidiário durante corridas ao presídio e mantido relação com ela, chegando ao conhecimento do namorado, que encomendou a morte por vingança?

4. Alexandre acionou Rodrigo "Playboy" para contratar a corrida porque Hiago não desconfiaria da armadilha, já que ambos não se conheciam?

5. Ao entrar no carro, na Urbis VI, Alexandre escondeu o rosto porque Hiago já o-conhecia?

6. Procede a informação de que a vítima teve os órgãos genitais e uma das pernas extirpados com a mesma  faca usada por Alexandre e não sidos arrancados por animais?

7.Na mesma noite do sumiço o que estaria fazendo Hiago numa pizzaria na cidade de Barra do Choça?

8.Teria realmente Alexandre entrado em contato com o cunhado de Hiago, via whatsapp, para informar da morte, localização do corpo e destino do carro?

9.Há alguma relação das festas promovidas por Hiago, presidente da Atlética (espécie de grêmio estudantil) com o caso em destaque?


10.O que revelam os arquivos obtidos nos telefones de Alexandre, Playboy, Hiago, namorada dele e do cunhado e o que restou apurado até agora?




Postar um comentário

0 Comentários