MEMÓRIA | Há três anos eleitores elegiam Herzem Gusmão prefeito de Conquista; relembre suas propostas

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, texto

Há exatos três anos e uma semana, em 30 de outubro de 2016, o terceiro maior eleitorado da Bahia elegia prefeito o então candidato Herzem Gusmão (MDB) para um mandato de quatro anos à frente dos destinos de Vitória da Conquista.

Raio-x de Vitória da Conquista (Foto: Arte / G1)
























Entre as propostas do prefeito eleito, se destacaram a regulamentação do transporte alternativo e novo terminal de ônibus na Avenida Lauro de Freitas.

O terminal continua o mesmo, em meio ao tráfego desordenado e com fiscalização deficiente e a regulamentação dos alternativos, em vez de efetivada, se transformou em caos, com mais de mil veículos irregulares fazendo o transporte pirata de passageiros, entre vans, carros de passeios e por aplicativos.

Também foi prometida em palanque e no programa de governo a criação de três Subprefeituras nos Distritos de Inhobim, José Gonçalves e Bate-pé, na zona rural da cidade, para atender serviços de recuperação de solos, preparo de áreas para plantios, terraços, colheita, construção, recuperação e conservação de estradas vicinais, dragagem, obras de drenagem e irrigação.

Apenas a de José Gonçalves foi inaugurada e com três anos de atraso.

Na área da Saúde, Herzem Gusmão prometeu ampliar as equipes do Programa de Saúde da Família para atuar na prevenção, promoção e recuperação da saúde. Filas nos postos,demora para realização de exames, falta de medicamentos e de material básico são apenas alguns dos problemas pontuais enfrentados pela população atualmente.

Com relação à Educação, entre outras propostas, o prefeito eleito prometeu ampliar progressivamente para até 30% os recursos obrigatórios do município na educação fundamental, com ênfase para a educação infantil; e implantar o Boletim Eletrônico dos alunos, que poderá ser acessado pelos pais através da Internet. Nada foi cumprido, sem falar na falta de reajuste para os professores.

Biografia

Herzem Gusmão nasceu em 2 de junho de 1948, em Vitória da Conquista. Ele iniciou a carreira trabalhando numa rádio, aos 20 anos. É formado em Direito e pós-graduado em Comunicação e Jornalismo pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (Uesb). Em 2014, foi eleito deputado estadual suplente. Um ano depois, assumiu o mandato onde ficou por 15 meses.

Herzem Gusmão é eleito prefeito de Vitória da Conquista (Foto: Divulgação/Assessoria de imprensa)

Após as eleições de 2 de outubro, quando Herzem Gusmão teve 47,82% dos votos e Zé Raimundo 31,69%, foi iniciada a disputa para o segundo turno.

Na segunda disputa, tendo como adversário o atual deputado estadual reeleito, José Raimundo Fontes (PT), Herzem se sagrou vencedor com exatos 95.710 votos contra 70.513 do opositor. Em percentual, ele obteve 57,58% dos votos válidos, enquanto Zé Raimundo ficou com 42,42%.

Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o município contava com pouco mais de 346 mil habitantes. Deste total, mais de 230 mil são votantes. Trata-se do terceiro maior colégio eleitoral da Bahia, ficando atrás apenas dos municípios de Salvador e Feira de Santana.

Postar um comentário

0 Comentários