BRASIL | Bolsonaro diz que foi pressionado para demitir Paulo Guedes

Bolsonaro bancou permanência de Guedes no governo

O presidente Jair Bolsonaro revelou nesta segunda-feira (2), em entrevista exclusiva ao Jornal da Record, que sofreu pressão para demitir o ministro da Economia, Paulo Guedes, após declaração em referência ao AI-5 na terça-feira da semana passada (26).

“Quem pede a cabeça do Paulo Guedes quer desestabilizar a economia”.

Na ocasião, Guedes se exaltou ao comentar os discursos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) que convocava a população para ir às ruas contra a política econômica do governo. Para o ministro, é "irresponsável chamar alguém pra rua agora pra fazer quebradeira".

"Se você acredita numa democracia, quem acredita numa democracia espera vencer e ser eleito. Não chama ninguém pra quebrar nada na rua. Ou democracia é só quando o seu lado ganha? Quando o outro lado ganha, com dez meses você já chama todo mundo pra quebrar a rua? Que responsabilidade é essa? Não se assustem então se alguém pedir o AI-5", afirmou Guedes.

Postar um comentário

0 Comentários