CONQUISTA | Área explorada por comerciantes pertence ao município


SUDOESTE DIGITAL - Os comerciantes estabelecidos no final da Avenida Presidente Vargas  (sentido Barra do Choça - Centro), há mais de 30 anos, foram acionados pela Procuradoria Jurídica da Prefeitura de Conquista para desocuparem a área, sob alegação de os terrenos pertencerem ao município.

De acordo com a Prefeitura, como as áreas serão reintegradas ao município, após a demolição dos prédios, haverá duplicação da avenida. Alguns imóveis já foram demolidos. Nem o número de comerciantes em condição irregular, nem o andamento do processo ou o prazo para que os imóveis sejam desocupados não foram informados.

José Mário vende fogueira e conta que seu pai já tinha o comércio na Avenida há cerca de 20 anos atrás. “Eu tenho fotos, provas que já tinha movimentação aqui. Há 15 anos atrás meu pai já vendia fogueira. Quando ele faleceu, há mais ou menos 6 anos atrás, eu assumi o comércio”, relatou ao Blog do Sena. “A situação agora fica difícil pra gente. Somos pai de família, aqui é o nosso ganha pão”, completou.

A situação de José Marcos é ainda mais delicada. Além do comércio, a sua residência também é no local. ” Como só tem um portão de acesso e eles interditaram, eu não posso nem entrar na minha residência. O vizinho me cedeu um espaço pra passar e poder entrar na minha casa. Mas eu já estou um mês sem trabalhar”, contou.

A mediação entre Prefeitura e comerciantes está sendo feita pelo mandato do Vereador Valdemir Dias (PT). Em nota, assessoria do parlamentar informou que o mandato "segue firme em busca de um acordo entre os comerciantes da Avenida Presidente Vargas e o governo municipal".



Na manhã desta terça-feira, 3, o vereador intermediou uma reunião entre os comerciantes e representantes do governo. "Vamos continuar buscando o consenso e que o problema seja resolvido de forma tranquila", afirmou Valdemir. A Prefeitura não se manifestou. | Com informações e imagens adicionais do Blog do Sena.

Postar um comentário

0 Comentários