RELIGIÃO | O que sabemos sobre o amor de Deus por nós? (Paul Anderson)*

Resultado de imagem para deus nos ama
Ontem, recebi uma pergunta sobre uma das minhas postagens, intitulada  Disposto a enviar - Mosias 3:19 . Aqui está a pergunta:
Deus é amor, certo? Então, como o amor pode infligir quando o termo infligir tem a ver com punição? Certamente o amor sabe ser persuasivo.
Essa é uma pergunta tão importante que decidi discuti-la por um período de três dias. Para fazer isso, tomei a liberdade de decompor a pergunta em três partes:
  1. O que sabemos sobre o amor de Deus por nós?
  2. O que significa para Deus “infligir” coisas sobre nós?
  3. Quais são os papéis da persuasão e da punição na motivação do bom comportamento?
Espero que minha decomposição reflita com precisão o espírito e a intenção da pergunta original.

Pergunta 1: O que sabemos sobre o amor de Deus por nós?
Perto do início do Livro de Mórmon, o profeta Leí experimenta um sonho em que vê uma árvore “cujo fruto era desejável para fazer alguém feliz”. Ao provar o fruto, ele acha que é “mais doce”, mais do que qualquer coisa que ele já havia provado antes. Ao comer o fruto, ele o enche de alegria ( 1 Néfi 8: 10-12 ).
Mais tarde, o filho de Leí, Néfi, aprende que esse fruto simboliza o amor de Deus, que é “o mais desejável acima de todas as outras coisas” e “o mais alegre para a alma” ( 1 Néfi 11: 21-23 ).
O amor de Deus se manifesta em Sua vontade de descer ao nosso nível. Jesus Cristo nasceu de uma mãe mortal ( 1 Néfi 11: 14-21 ). Ele estava disposto a “habitar em um tabernáculo de barro” ( Mosias 3: 5 ) e a sofrer “dores, aflições e tentações de todo tipo” ( Alma 7:11 ). Ele estava disposto a carregar nossas tristezas, sofrer por nossos pecados e até mesmo dar Sua vida por nós ( Mosias 14: 4-5 , Éter 12: 33-34 ).
Néfi nos diz que Deus nunca fará nada que não seja para nosso benefício ( 2 Néfi 26:24 ). Ele sempre tem nossos melhores interesses no coração.
Durante o ministério do Salvador no continente americano, Ele expressou algumas das emoções que sente por nós:
  • “Minhas entranhas estão cheias de compaixão por você” ( 3 Néfi 17: 6 ).
  • “Jesus gemeu dentro de si mesmo e disse: Pai, estou preocupado por causa da iniquidade do povo da casa de Israel” ( 3 Néfi 17:14 ).
  • “Bem-aventurados sois por causa da vossa fé. E agora minha alegria é plena ”( 3 Néfi 17:20 ).
Nosso Deus sente empatia quando estamos sofrendo, tristeza quando cometemos erros e alegria quando estamos indo bem.
Quando experimentamos o amor de Deus, ele nos enche de alegria transcendente.
  • Perto do fim da vida de Leí, ele garantiu a seus filhos que não temia a morte. “O Senhor redimiu minha alma do inferno”, disse ele, “e estou rodeado eternamente nos braços de seu amor” ( 2 Néfi 1:15 ).
  • Néfi mais tarde testifica para nós: “[Deus] me encheu com seu amor, até para consumir minha carne” ( 2 Néfi 4:21 ).
  • Alma e Amon descreveram a alegria da conversão ao evangelho dizendo que os convertidos sentem o desejo de “cantar amor redentor” ( Alma 5: 9, 26 , Alma 26:13 ).

Hoje serei grato pelo amor de Deus, que é mais claramente demonstrado pelo ministério e sacrifício de Jesus Cristo. Lembrarei que Deus quer que eu tenha alegria, e que experimentar Seu amor me trará maior alegria do que qualquer outra coisa.
SOBRE O AUTOR E O CONTEÚDO POSTADO

Bokl7J8A*Meu nome é Paul Anderson e adoro estudar o Livro de Mórmon. Moro na Carolina do Norte. Sou casado e tenho seis filhos. Trabalho para um banco multinacional, apesar de ter estudado música na faculdade. Gosto de correr, analisar música e viajar. Além disso, sou membro praticante de A Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias.

Sudoeste Digital reserva este espaço para os leitores. Envie sua colaboração para o E-mail: redacao@tvsudoestedigital.com.br, com nome e profissão.

Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião do site, sendo de inteira responsabilidade de seus autores. Conteúdo integral e original em inglês americano conforme postado no blog: https://bookofmormonstudynotes.blog/

Postar um comentário

0 Comentários